Sindrome do Não-Estar

Apresento-lhes uma sindrome complexa, incurável, que aflinge a diversas pessoas ao redor do mundo. O sofredor desse mal não sabe que dele sofre, apenas "sente". Sente dor, saudade, angústia por um lugar, tempo ou espaço em que ele não está. A dor é leve, a saudade grande, e a angústia é progressiva. Não-Estar é o mesmo que se deixar passar em branco, pode-se estar bem em um lugar e ao mesmo tempo sentir vontade de estar em outro lugar, um beco de uma cidade onde ninguém passa. Será que quando ninguém passa pelo beco está acontecendo alguma coisa? Quantas coisas estão acontecendo nas entranhas de uma floresta fechada enquanto estamos conversando coisas fúteis? A normalidade da vida, simples, corriqueira, agonia que toma aos poucos, (o que estará se passando no meu quarto agora?). Mário Quintana já sofria desse mal, e o transcreveu no poema "O mapa" observe o trecho transcrito:

"Olho o mapa da cidade
Como quem examinasse
A anatomia de um corpo…

(E nem que fosse o meu corpo!)
Sinto uma dor infinita
Das ruas de Porto Alegre
Onde jamais passarei…

Ha tanta esquina esquisita,
Tanta nuança de paredes,
Ha tanta moça bonita
Nas ruas que não andei
(E ha uma rua encantada
Que nem em sonhos sonhei…) (…)"

A sindrome do não estar é atemporal, ou seja, você pode sentir falta de algum lugar que poderia ter estado, nesse caso, a angústia não é tão grande porque você não pode fazer mais nada para estar naquele lugar, mais o pior é quando sentimos (falo na primeira pessoa como sofredor do mal) falta de outro lugar que provavelmente nos agradaria, esta é a pior das dores, a agonia é tão grande que a cura só vem com uma presença acolhedora que nos preencha o vazio da alma.
Mais é sempre preciso caminhar, a angústia da espera resulta na felicidade do encontro, se não podemos estar em corpo, estejamos em espírito, sentir o que se passa em outro lugar, imaginar… fluir…
Somos escravos de nossa própria mente, liberá-la para viajar por outros lugares é como a abolição dessa escravidão.

Anúncios

One response to “Sindrome do Não-Estar”

  1. Iara luiza says :

    achei legal essa reflexão pois sinto isso , fico muito infeliz e ansiosa .na crise. falam q é mediunidade será?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: